__________________

Música Preta inTereSanti

Black Music inTereSanti \ Musique Noire inTereSanti

Por Matheus Dias - inTereSanti

Brasil

12.10.2020

Tags: Música; Black; Ícones; Divas;

Seguir em frente com poucos recursos, mas com muita vontade mesmo em um ambiente não favorável, onde muitos desacreditam, poucos incentivam e encontrar forças pra seguir e espalhar seu olhar, suas ideias e seus sonhos. Transformar o ambiente, embalar histórias de amor e movimentos sociais através dos recursos disponíveis.

 

Foi essa a razão que uniu os artistas da música retratados com poucas cores, traços simples e com muita força. O projeto “Música Preta inTereSanti” pretende valorizar a imagem do negro através de uma reflexão sobre os diferentes

A série iniciada em 2017, resiste e persiste retratando grandes nomes da Música Preta.

 

A inTereSanti é uma iniciativa artística criada em 2016 que se expressa a partir de ilustrações, encontros e oficinas .

Com o intuito de iniciar o diálogo com o público através das reflexões que propõe a partir da representação ilustrada nas obras. Personalidades, músicos, figuras religiosas e de fé, animais, elementos cotidianos ou presentes no imaginário local são ilustradas com traços simples e poucas cores.

 A intenção é transmitir mensagens e a aproximar o público afim de que este questione questões relevantes para uma mudança de atitude positiva e/ou reforçar sua crença na transformação do ambiente em que vive a partir dos recursos disponíveis.

 

*Texto da artista.

ILUSTRAÇÕES

formato 20x25cm -papel kraft

R$ 50,00

Print em papel kraft + intervenções.

O valor não inclui moldura e frete.

Matheus Dias - inTereSanti

____________________

Matheus Dias é ideia na cabeça, papel e caneta na mão em inTereSanti  ilustrações. Participou de exposições individuais e coletivas em Gravataí, Porto Alegre, São Leopoldo, Novo Hamburgo. Um dos participantes da primeira Bienal Black Brazil Art no Museu da UFRGS. Atualmente desenvolve os projetos "negrinho do pastoreio: da tradição oral a liberdade digital' contemplado pelo Fundo de Apoio a Cultura do RS e a ‘e-Xposição o que deixamos para a cidade? uma ilustração e suas possibilidades para aproximação social', viabilizada através do Fundo Municipal de Cultura de Gravataí . RS