__________________

Cotidiano

Daily \ Quotidien 

Por Ilse Ana Piva Paim 

Brasil

14.07.2020

Tags: Educação, Pessoas, Valorização, Aprender

O maior acesso à formação de “um mundo”, é a educação.

A educação nos dá um passaporte de oportunidades.

A alfabetização em nosso país sempre priorizou a infância, no intuito de preparar o ser em formação para o mundo do trabalho. E o idoso, como ser de descarte, por não “produzir” mais, levou tempo para ser reconhecido e valorizado.

Zezerino, quase 80 anos, foi deixado no mundo pela família. Rejeitado aos 9 anos na escola rural, por ser gago, foi conduzido para casa como burro, incapaz. Cresceu no meio de irmãos que se alfabetizaram, enquanto ele, era a força motriz: “burro de carga”. Passaram-se os anos e em sua compreensão de mundo prevaleceu: - “sou burro, nunca vou aprender”.

O espaço ao seu redor torna-se visível através de observações da natureza: mudança de estações, lua, conhecimento do calendário, tudo por repetições e assimilações.

“Zizo,” como o chamamos, é um ser puro, defende os animais, constata o nascimento das plantas e se admira com seu crescimento, e observa as mudanças de estações.

 

Zezerino acredita em fantasma, lobisomem, “pesadera” (pesadelo), diz que um negrinho senta em seu peito e aperta!

Suas histórias são únicas!

Seu jeito é peculiar!

Zezerino é gente!

Este ser resolvi alfabetizar!

Pegar o lápis, ver um caderno, primeira pasta, tudo foi assustador para ele. Mas com certeza seu espanto estava “em ser visto”!

São tantos momentos puros, difícil de descrever sua alegria em ter alguém que o enxerga, alguém que lhe dá atenção!

A dificuldade: Zizo, i de ilha!

O que é ilha?

O que é mar?

Tudo que foge da compreensão de seu mundo rural é abstrato!

A TV, seu acesso a informação, deixa ele confuso.

-“Como ela apareceu ontem na novela e raspou a cabeça, e hoje o cabelo já cresceu?”

Tento lhe explicar: - isto é novela.

Daí o problema: isto é novela?

Isto é real?

Noção de realidade onde o mundo é fantasia!

Fantasia onde é real!

Homenageio este ser, pois, ele me ensina o quanto tenho que aprender.

Ele me ensina mais do que pode aprender!

Ele é o Zezerino!

Texto da artista alusivo à obra "Zezerino".

Ilse Ana Piva Paim

____________________

Artista plástica, foi docente nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Design e Estética na Ulbra, campus Carazinho. Graduada em Educação artística e Artes Plásticas (UPF). Pós-graduada em História da arte e Práxis (PUC). Mestre em Educação. (UPF).

Gostou de alguma da obra?

Mande-nós um e-maill com o nome do artista e o código da obra.

Entrega e condições facilitadas de pagamento.