__________________

A força esmagadora 

The overwhelming force \ La force écrasante

Por Hugo Paz 

Brasil

11.09.2020

Tags: Acrílica; Fuidez; Grafite; Problemática social

Em meio a um processo de ressignificação das ideias, numa junção de arte abstrata, primitiva e o grafites que gritam nos muros das grandes metrópoles brasileiras, o artista procura unir elementos vindos da arte urbana, a subjetividade, a formas e composições orgânicas que dialogam com a tela e o papel.

Cores quentes, e vibrantes, o preto e o branco, as relações humanas abordadas em sua obra, por meio de experiências do cotidiano.

 

Os cabelos, o Bombril, vidro, papel higiênico, composições inspiradas em objetos utilizados no dia a dia, em nossa rotina.

Traços abstratos baseados na problemática social, nos conflitos da mente humana, nos sentimentos que se perderam e estão sem perdendo nos tempos atuais.

Uma força que esmaga, uma desconstrução do conceito de belo, da perspectiva, da simetria. A força que busca trazer a reflexão inspirada nos delírios do comportamento, a busca por justiça, a expressão de uma identidade profunda.

Na unidade, a multiplicidade de fragmentos a serem simbolizados pela força da expressividade artística.

*Texto do artista.

Hugo Paz

____________________

Hugo Paz é escritor, artista plástico, performer e arte educador. Atuante em saraus da região central e da periferia de são Paulo, além de coordenar projetos socioculturais e socieducativos em ONGs, ceus, centros culturais, escolas e bibliotecas públicas, rádios comunitárias, centros culturais, fundação casa, espaços de convivência. Trabalhos de incentivo a leitura e poesia, com exposições de artes inspirado no grafitti, abstrato e primitivismo são seu foco. SP